quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Destino ou obra do acaso?

Destino... obra do acaso ou caminho trilhado a seguir?

Alguns acreditam na certeza de um caminho trilhado a seguir, outros em uma missão a cumprir... No entanto acredito que a vida vai muito além de tudo isso.

Não acredito em algo pré-destinado, acredito em coincidência, apenas em obras do acaso, e em uma missão universal: ser feliz, mas sem depender da infelicidade dos outros. Acredito no livre-arbítrio, no direito às escolhas. Se houver um destino, onde está tudo "escrito", então não passaríamos de marionetes nas mãos de Deus.

Deus-mestre dos fantoches? Não! Não consigo ver um Deus que pregue a hipocresia. Nós somos donos do nosso destino. Destino? Que ironia! Nós somos responsáveis pelas nossas escolhas e pagamos o preço por cada uma delas.



A.C.S.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

½ Vida

Não posso ignorar a onda de angústia que me cerca. Não sei por quanto tempo mais conseguirei me manter forte. Nesse ciclo vicioso, uma doce voz sussurra dentro de mim, "há uma outra chance, tente escapar", um sussurro suave vindo dos lábios da dor, seduzindo-me, a acabar com tudo isso.

Com uma estaca cravada em meu peito, vou perdendo o domínio do meu tempo de vida. Meu coração e meu desejo estão tão longe. Deitada sozinha nesse quarto posso sentir suas batidas lentamente diminuírem.

Como um estranho caminhando sozinho, sem nada a dizer, em um processo de meia vida, a sequência de auto-destruição é ativada...



A.C.S.