terça-feira, 29 de abril de 2014

Encontro


Os sorrisos sem graça,
Que você não percebeu...
Os olhares que você que não correspondeu...
As entrelinhas,
O não dito...
E de repente,
O olhar que diz tudo,
O abraço que aconchega,
O beijo que desperta a chama
Adormecida,
Esquecida em algum lugar,
No íntimo do ser...
E o encontro,
Os cheiros e os gostos.
E ânsia um do outro...
E o desejo cortante querendo sair!
Enfim... o ato, suspiros, sussurros e gemidos...
O céu!
E por fim o inferno do esquecimento...
O nada...
As incertezas,
Ah, o emaranhado de incertezas...
O transpassar das horas,
Infinitas horas...
Que hoje ao seu lado parecem congelar.
O constrangimento, a estranheza,
A partida, a quebra de gelo...
E depois só o gelo, o silêncio...
O vazio de uma existência sem você.

A.C.S