sexta-feira, 24 de julho de 2009

Algo quase esquecido

SÁBADO, 11 DE OUTUBRO DE 2008

As vezes não percebemos como nossas atitudes atingem a vida de outras pessoas, agimos de forma imprudente visando apenas nosso nosso prazer imediato, e não vemos quantos sonhos são enterrados por nossa culpa.
Não admitimos contradições, não admitimos falhas, erros, contratempos. Agora, alguma vez paramos pra ver quantas vezes nós falhamos? Quantas vezes erramos e não tivemos a capacidade de voltar atrás e dizer apenas um "sinto muito"?
Somos seres humanos egoístas, porque pensamos apenas no bem próprio, e não no bem coletivo.
O que será da humanidade? Para onde iremos? Se tudo o que nos importa é ter e ser, e nos esquecemos de nos doarmos.
Queremos ser amados, queremos ter amor, mas não damos amor! Queremos ter sucesso, queremos ser alguém de sucesso, mas não damos o nosso melhor para que isso aconteça. Queremos que tenham paciência conosco, queremos ser paciêntes, mas alguma vez soubemos escutar, para que pudessem nos escutar?
Na essência da vida o importante, não é o que se tem, nem a quantidade que se tem, não é ser, ou deixar de ser, o que realmente importa é a capacidade que se tem de compreender que sempre há dois lados em qualquer situção, o seu lado e o lado do outro.
Você pode acreditar que não, mas nossos atos podem interfirir na vida de muitas pessoas.
"Um pequeno bater de asas de uma borboleta, pode causar um furacão do outro lado do mundo!!"


A.C.S.

Nenhum comentário:

Postar um comentário