sexta-feira, 24 de julho de 2009

Súbita Compreensão

DOMINGO, 24 DE AGOSTO DE 2008

Se soubéssemos decifrar todos os enigmas do universo e da vida, nada mais faria sentido para nós, pois a cada dia estamos em busca de respostas, muitas vezes para perguntas impossíveis de responder em vida.
Talvez seja isso que de fato nos impulsione a continuar vivendo... Ir em busca de nossa verdadeira identidade, que é muito mais do que aqueles simples números contidos em nosso RG, mas a essência de nossa existência!
A vida, é curta e frágil... por mais que pensemos que ainda há muito tempo, e que temos a vida inteira pela frente, não estamos certos de que o amanhã irá existir, basta estarmos vivos para correr o risco de fechar as cortinas do palco da vida.
Não podemos deixar para depois aqueles gestos de carinho. Quando amamos todos os gestos que fazemos, não o fazemos visando retribuição, não fazemos esperando algo em troca, mas o fazemos apenas por fazer, apenas para aliviar um coração carregado de um amor que não nos pertence!
A distância algumas vezes une ainda mais duas pessoas, enquanto separa outras. As pessoas que se encontram longe de mim fisicamente, nesses dias me parecem mais próximas do que nunca, enquanto as próximas se encontram distantes, ausentes...
É... o jeito é recorrer a outras pessoas que mesmo que não sejam tão íntimas, elas se encontram de corpo presente, e talvez em breve, possam se tornar mais próximas, e não se negarem a nos fazer um pouco de companhia...


A.C.S.

Nenhum comentário:

Postar um comentário