sábado, 11 de dezembro de 2010

Ardente desejo

Bastou uma dose... uma única vez... uma única noite...
Para que os sintomas de uma síndrome de abstinência se manisfestassem em mim.
Cada célula do meu corpo deseja o contato ardente de sua pele.
Uma constante masturbação mental toma conta de mim, ao relembrar do seu corpo sobre o meu...
Logo sou dominada por uma febre ardente e uma sedenta sede de você, me fazendo delirar de desejo pelo calor de suas mãos. Um desejo avassalador que vai além de um simples prazer fulgaz, eu quero mais!
Eu quero você!
Eu desejo mais!!
Eu desejo você!!
Desejo com cada minúscula partícula do meu ser.
Eu quero seus olhos em meus olhos...
Sua boca na minha boca...
Suas mãos em minhas mãos...
Eu quero essa perfeita união!
Seu corpo em meu corpo em um movimento sincronizado.
Devo eu ser uma viciada em você?
Não... Sou apenas uma obsessiva que não põe em ato seus pensamentos. Que ainda não pegou o telefone para dizer que eu preciso te ver...

A.C.S.

2 comentários:

  1. Muito bom ale, bota ardente nesse desejo ehin!! gostei!

    ResponderExcluir
  2. uiii!
    >.<
    vergoinha d ler,ahuehuehue!
    olha só!ontem vi anisia no tres americas.^^
    espero q passe logo a mao nesse telefone e a coisa se desenvolva.kkk...
    J.H.

    ResponderExcluir