sábado, 10 de agosto de 2013

...

Quando suas mãos se tocaram, o toque mais suave que sentiu, seu corpo experimentava uma leve sensação de formigamento. Ele a toma em seus braços, e naquele abraço, ela prova o gosto do pertencimento, e ali se prolongam juntos o máximo que podem. Seus lábios querem encontrar os dele que vem em sua direção, com receio foge, teme que sentir seu gosto não possa mais se afastar. Mas logo ela não consegue mais evitar e deixa que ele encontre seus lábios sedento dos seus. A onda de formigamento toma seu corpo por inteiro, a cada momento que sente o corpo dele mais próximo do seu. O contato se intensifica, e o beijo suave se torna afoito, a cada instante mais e mais a necessidade de cresce, parte dela não quer estar ali, mas parte completa não quer deixá-lo ir...


A.C.S.

Nenhum comentário:

Postar um comentário