quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Um passo de fé


Quantas e quantas vezes nos falta um pouco de fé, um pouco de confiança em nós e nos outros?
Quantas e quantas vezes nos vemos sem nenhuma direção, alheios a nós mesmos?
Respiro fundo... e essas paredes parecem me sufocar!
Em meu íntimo só há o silêncio e uma onda de entorpecimento, como se já não existisse mais nada em que eu pudesse me apoiar.
E de repente, olhando mais a fundo eu percebo que tudo é uma questão de "permitir-se", "autorizar-se", ser quem se é! Não se pode ter fé, sem se autorizar ser um crente; arriscar é viver... O destino não é uma questão de sorte, e sim uma questão de escolha, então que possamos escolher se arriscar mais, dar "um passo de fé" e ir...


None

Nenhum comentário:

Postar um comentário