quinta-feira, 21 de junho de 2012

...

Desde que me permiti sentir, um turbilhão de sentimentos e sensações se fizeram dentro de mim: senti a paixão e sua euforia, a raiva e a ira, a tristeza e a alegria, a dor e a saudade, e a saudade... Saí da anestesia geral e acordei daquele coma... Mas meus demônios emergiram... chegaram a superfície... e estão prestes a me possuir! Esse é preço que eu pago por me permitir sentir... Mas um preço alto ou um preço baixo a pagar, não importa... eu quero viver e sentir, seja lá o que for, sentir qualquer coisa que não seja o nada...

A.C.S.

Nenhum comentário:

Postar um comentário