sábado, 8 de dezembro de 2012

Um ciclo se encerra



Era para ser sublime, reconfortante, satisfatório... No entanto, é assustador, angustiante... Aprovada! Quatro anos construindo um sonho, escrevendo uma história. O equilíbrio agora é fundamental para se equilibrar nessa corda bamba, sem ter para onde ir, sem referências para se sustentar, eis que se encerra um ciclo e uma nova caminhada se inicia.
É necessário continuar acreditando. A espera é necessária. Mas crescer dói, trabalhar cansa, e é assim que nos tornamos pessoas de valores. Quatro anos acumulando conhecimentos, quatro anos de convivência, de alegrias, de tristezas, de angústias, experiências e euforia...  
É difícil descrever os sentimentos que emergem dentro de mim...
Cada abraço é uma despedida, e as lágrimas insistem em queimar a borda dos meus olhos perdidos, um adeus ecoa ao fundo de cada memória revivida em minha mente.
Viver de contínuas esperanças, machuca, rouba o fôlego... Mas, viver órfão de esperanças é pior ainda. É suicídio lento!
A caminhada agora é por si só, mas não por isso deixará de ser intensa, árdua, e recompesante.
Não existe glória na meia entrega!

A.C.S.

Nenhum comentário:

Postar um comentário