segunda-feira, 31 de março de 2014

Do dia em que a tempestade cessou



Uma vez eu disse: "depois da tempestade, vem a calmaria". E quanto mais enfrento tempestades, mais estou certa sobre a calmaria. Grandes tempestades vieram ao meu encontro, tempestades dentro de mim... Depois de muito esbravejar, pelo tempo de espera, hoje entendo que esse tempo, essa espera são necessários. É fundamental que se alicerce as estruturas intelectuais, emocionais e espirituais, e esse tempo de espera nos alicerça, fortalece nossas bases.
Hoje, a calmaria em meu interior prevaleceu, e eu entendi que a angústia, o desespero emergiram, me tragaram, me sufocaram porque minha base, meu alicerce não estava bem estruturado, estava enfraquecido, poderiam ceder a qualquer vento levemente forte.
Hoje eu entendi que conhecimento, só é bem aplicado quando existe calma, confiança em si mesmo, não apenas teoria. Também entendi que o que for meu, será meu. Todos, todos, sem exceção tem seu lugar, basta ser persistente, e mais uma vez tenho a certeza que "quem luta sempre alcança seus objetivos, mesmo que seja no final de suas vidas".
Tudo o que eu alcancei, tudo que irei alcançar, foi e será primeiro pelos méritos de Deus, depois pelo meu próprio mérito.

Do dia em que entendi algumas verdades escondidas em meu interior... Do dia em que a tempestade cessou..."

A.C.S.

Nenhum comentário:

Postar um comentário