sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Esvanecendo



Te vejo rastejando pela vida...
Te vejo mendigando carinho e atenção...
Te vejo como areia sendo levada pelo vento.
Sua vida vai se esvanecendo,
Como o tempo escorrendo em nossas mãos.
Cada gole é um pacto contra o desespero, contra a solidão.
Vai matando-se lentamente, 
E lentamente vai matando a minha afeição.
E o sentimento que me causa:
É repulsa e aversão.
Aos termos que escolheu.
Deveria eu sentir algum pesar?
Se não deveria, mesmo assim o sinto.


None

Nenhum comentário:

Postar um comentário