segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Reviver - Porque eu quero fazer parte da geração que ama mais a Tua face do que as Tuas mãos

E se hoje eu fizesse um convite para nascer de novo?
E se fosse hoje o dia de recomeçar uma nova vida?
As vezes é necessário se dar novas oportunidades, se despir da velha carcaça e vestir uma roupa nova. É preciso se dar uma nova chance. Isso pode ser extremamente doloroso, porém é sublime quando conseguimos.
Carregamos durante muitos anos nossos conceitos, idéias e preconceitos, e quando precisamos nos libertar, é impossível que uma parte de nós não saia junto, é impossível não doer, não sangrar.
Jesus disse que deveríamos nascer de novo. Mas Ele não acrescentou que seria fácil.
Nascer de novo não significa voltar ao útero de nossa mãe, mas significa voltar a ter simplicidade e humildade, renascer do espírito, para que se tenha mais fé, mas confiança e coragem. É voltar acreditar no que o mundo nos roubou com tanto materialismo. É voltar a acreditar nos valores éticos e morais.
É recomeçar, reaprender a andar, vacilando talvez no início, mas cada vez mais firme e seguro. É cair e levantar com paciência e perseverança.
Nascer de novo quer dizer "se dar uma nova chance", dar-se um presente a si mesmo. É tentar ser feliz de verdade.
Tudo isso até parece utopia, mas é uma realidade para aqueles que acreditam. Jesus nunca mentiu. Se ele disse "necessário é vos nascer de novo", é porque não só é necessário como também é possível. É possível sermos pessoas melhores.
Sarte diz: "Se você sente tédio quando está sozinho é porque está em péssima companhia."
Porque é tão difícil ficar a sós com nós mesmos? Porque é tão perturbador ouvir nossos próprios pensamentos?
Talvez nos falte algum sentido, alguma razão saudável para viver. Talvez nos falte um pouco de amor próprio, de tolerância consigo próprio.
Estamos em um eterno processo de vir-a-ser, em uma constante transformação, como já diziam "uma metamorfose ambulante". Tudo o que somos hoje é devido as experiências do ontem, do que experenciamos no passado. Mas eu repito: é possível sermos pessoas melhores.
Deus nos deu essa dádiva que se chama presente! E precisamos aprender a construir nossas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão. Deus tem um plano na vida de cada um de nós, e esse plano já nos foi revelado, "Ai de mim se eu não evangelizar!"
E o mais bonito disso tudo é que somos jovens. Jovens evangelizando jovens. Muitas pedras serão atiradas contra nós, e isso me faz lembrar de uma mensagem do Pe. Fábio Mello:
"Fico pensando que evangelizar talvez seja isso: descobrir jardins em lugares que consideramos impróprios.
Os jardineiros sabem disso. Amam as flores e por isso cuidam de cada detalhe, porque sabem que não há amor fora da experiência do cuidado. A cada dia, o jardineiro perdoa as suas roseiras. Sabe identificar que a ausência de flores não significa a morte absoluta, mas o repouso do preparo. Quem não souber viver o silêncio da preparação não terá o que florir depois...
Precisamos aprender isso. Olhar para aquele que nos magoou, e descobrir que as roseiras não dão flores fora do tempo, nem tampouco fora do cultivo."
Liberte-se de tudo aquilo que te faz mal. Se temos Deus tudo é possível!
Se todo mundo resolvesse mudar, o mundo mudaria também! Vamos começar fazendo a nossa parte. Quem sabe você não é o elo de uma grande corrente que vai tornar a humanidade mais feliz?


A.C.S.

Nenhum comentário:

Postar um comentário