quarta-feira, 27 de outubro de 2010

"Sleep well, my angel"

Uma única frase pode resgatar uma alma do fundo do abismo da solidão...
Uma palavra amiga... do tipo "pode sempre contar comigo, estou aqui", o socorro de um alguém que está longe, que mesmo sem estar de corpo presente, se faz presente!
Um "eu não perdi meu tempo com você, pelo contrário ganhei alguém para me ouvir", daquele que sempre faz gracinhas com seu nome, daquele que te ouve, daquele que ao invés de te julgar, pede pra que você não seja tão duro consigo mesmo.
Depois de tanto brigar com meu coração, pedir para ele se conter, pedindo para que tenha paciência, uma resposta foi dada...

Mais uma vez estou aqui...
Seu silêncio atravessando-me por dentro...
Mas talvez o silêncio não seja seu... seja meu...
Talvez as coisas sejam mais complicadas...
Talvez não se trate só de você, mas se trate de mim...

O silêncio se quebrou, e bastou uma única frase para fazer meu estômago virar, o chão sumir, e um grito de felicidade se formar em minha garganta... Uma única frase foi preciso para que o caos de sentimentos e sensações estranhas se instalassem em meu ser... "Que coisa você tá nessa distancia e eu aqui!"
Meus olhos ganharam brilho, na certeza não tão certa que tal silêncio talvez fosse proposital, assim como o meu. Talvez fosse tempo de elaboração, reflexão, por tudo em ordem, entender o que está se passando dentro de nós....
E a conversa continuou, normalmente, como se nada de angustiante um dia tivesse nos barrado, talvez essa angustia até foi deixada transparecer, pois nenhuma promessa foi feita, nenhuma garantia foi dada, mas sim uma única certeza: o que for possível.
Apenas um lembrete: Promessas foram feitas para serem quebradas, e até hoje ninguém me provou o contrário!
Como tudo nessa vida tem um começo, um meio, e um fim... A calma se instala em meu corpo, dando um fim a essa sensação de que vou explodir de contentamento, assim também se foi mais um dia, a tal conversa, esse texto, e a calada da noite me espera para que possa assim velar meu sono, que hoje há de ser tranquilo e não penoso.
Então ele disse:
"Tenho que ir fazer uma corrida amanhã eu te ligo, boa noite meu anjo, durma bem!"


A.C.S.

Nenhum comentário:

Postar um comentário